Notícias

Curso de Letras comemora 50 anos com Semana Acadêmica


Em comemoração aos 50 anos completados neste mês, o Curso de Letras do Centro Universitário Moura Lacerda, de Ribeirão Preto (SP), realizou nos dias 23, 24 e 25 de maio, a 29ª edição de sua tradicional Semana Acadêmica. O tema deste ano foi “O profissional de Letras: construindo caminhos”. Aconteceram as palestras “O professor e a poesia: uma trajetória de pesquisa, de (im)possibilidades e de autoria”, com Michel Luís da Cruz Ramos Leandro; “Vozes do Japão: o haicai e o pré-modernismo japonês”, com José Daniel Castanha; e “Da docência à pesquisa: percursos possíveis”, com Daniela Leal.

            A palestra de abertura, do professor Michel Ramos, abordou a questão de como a literatura pode influenciar, positivamente, a vida dos alunos. Ele deu exemplos de suas técnicas de docência, para que os estudantes de periferia começassem a se identificar com a matéria, e sobre a importância do papel do professor em dar acesso a leituras diversificadas. “Autores como Elisa Lucinda e Carolina Maria de Jesus conversam com esses jovens, porque elas vivem ou viveram a mesma realidade que eles”, comentou.

 

Literatura Japonesa e os caminhos da pesquisa

            O segundo dia trouxe o pesquisador em Literatura Japonesa José Daniel Castanha, que contou um pouco sobre o haicai – forma de poesia nascida naquele país, no século XVI, mas ainda hoje produzida, composta de três versos, com cinco, sete e cinco sílabas, que, geralmente, tem como temas a natureza ou as estações do ano. Bastante difundido no Japão, encontrou espaço na Literatura Brasileira através de representantes como Paulo Leminski, Alice Ruiz, Millôr Fernandes e Guilherme de Almeida. O haicai possui uma forma elementar de arte que valoriza o simples e cujo objetivo é aguçar em quem lê o espírito contemplativo e descritivo das imagens. “É nítida a preocupação com a linguagem, pois ele tem a objetividade como sua principal característica”, explicou Castanha.

            Para finalizar a semana, a professora Daniela Leal compartilhou com os alunos quais são os caminhos para se tornar pesquisador. Existem dois tipos de pós-graduação: lato sensu e stricto sensu. Se o aluno quer seguir carreira acadêmica ou de pesquisador, deve optar pelo segundo. Já os que querem se especializar ou compor cargos elevados em empresas devem procurar a modalidade lato sensu. “É importante saber qual curso de pós-graduação escolher, pois cada um tem um propósito diferente”, finalizou.

            Para Liani Fernandes de Moraes, coordenadora do curso, a Semana Acadêmica tem como objetivos proporcionar novos conhecimentos aos estudantes e discutir temas com profissionais renomados da área da Educação.