Notícias

Alunos de Agronomia, Arquitetura e Veterinária são contemplados com bolsas Pibic


O Centro Universitário Moura Lacerda, de Ribeirão Preto (SP), apresentou a lista de alunos dos cursos de Agronomia, Medicina Veterinária e Arquitetura e Urbanismo contemplados pelo Pibic (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica) do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). De acordo Anderson Romanello, coordenador de Graduações, os projetos se destacam pela relevância e por terem à frente docentes dedicados à qualidade do ensino e da pesquisa e certificados pelo CNPq.

            “São professores orientadores que inspiram os jovens e os introduzem neste trabalho. Será uma experiência enriquecedora à formação acadêmica desses estudantes, que descobrem sua vocação científica e começam a dar sua contribuição ao desenvolvimento do conhecimento”, analisou Romanello.

            Rodolfo Pontes Carneiro, estudante do último ano de Agronomia, disse que desde o primeiro ano do curso já se interessou pela pesquisa de controle biológico. “Ser contemplado pelo Pibic é sensacional, pois pretendo seguir a carreira acadêmica”, contou. Ele desenvolve, com o professor Alexandre Sene, o projeto “Ritmo de parasitismo de Trichogramma pretiosum E T. Galloi sobre ovos de Anagasta kuehniella em diferentes condições de clima”. Sene explicou que o avanço desta pesquisa resultará em menos inseticida utilizado. “Estamos trabalhando para diminuir o uso de agrotóxico no campo”, ressaltou.

 

Gravuras de Pedro Manuel-Gismondi

 

            A professora Maria de Fátima Mattos, do Curso de Arquitetura e Urbanismo, que começou lecionando História da Arte com o artista Pedro Manuel-Gismondi, no Moura Lacerda, em 1981, e com ele teve uma relação de discípula e mestre, hoje propõe um estudo sobre o acervo virgem de 271 gravuras do pintor. O projeto “Coleção de gravuras do artista Pedro Caminada Manuel-Gismondi no acervo do Museu de Arte de Ribeirão Preto (MARP)” tem como objetivo fazer o registro e a documentação das obras, a fim de apresentá-las à sociedade.

            A pesquisa será desenvolvida pela aluna Amanda Pinheiro Ringer. “Amo História da Arte. E a professora Maria de Fátima é um exemplo para mim. Quero muito seguir seus passos como pesquisadora. E a bolsa é um grande incentivo para eu me manter neste caminho”, contou a estudante do 4º período.

 

Cães com linfoma

 

            Bruno de Lima Lourenço, do 4º período de Medicina Veterinária, falou que seguir nessa profissão é um sonho de criança: “Tenho um amor imenso pelos animais e, agora, surgiu a oportunidade de fazer pesquisa, o que abracei com muita alegria e dedicação”. Lima será orientado pela professora Márcia Ferreira da Rosa Sobreira e desenvolverá estudos com o tema “Características hematológicas de cães com linfoma”. Márcia Sobreira lembrou que a prioridade sempre é o bem-estar animal. “Queremos trazer novas informações sobre as doenças, que neste caso específico é o linfoma”, afirmou.

            Clara Lozano e Rezende, que cursa o 4º período de Medicina Veterinária, desenvolverá o projeto “Comparação da qualidade microbiológica da carne moída após repetidos processos de congelamento e descongelamento” com a professora Naiá Carla Marchi de Rezende Lago. “Este projeto fala do conhecimento que nós temos acerca do consumo da carne moída refrigerada, ou seja, queremos saber como o processo de congelar e descongelar repetidas vezes pode influenciar na qualidade deste alimento”, explica a professora. Clara Rezende ressalta que “o Pibic é importante para a expansão do conhecimento para além da sala de aula, e ainda possibilita a realização de um projeto que será útil para toda a sociedade”, ressaltou.